9 de dezembro de 2012

Dica: tranças

Acho que esse é o típico penteado que serve pra tudo. As tranças são realmente muito versáteis: servem para ocasiões mais chiques, quando não se resta muito tempo para fazer um penteado mais elaborado, ou apenas para criar um charme quando você quer mudar um pouco o cabelo solto de todo santo dia. Aqui, você vai conhecer diferentes tipos de fazer esse penteado tão diversificado e que está tão na moda (principalmente no próximo verão!). Do mais fofo ao mais poderoso. Vamos lá?
As tranças mais normais (aquelas de ladinho, em que você só coloca um elástico na ponta e pronto) são as mais fáceis de fazer. O legal é usar o cabelo bem desarrumado, com as pontas saindo; pra isso é só usar os dedos e alargar um pouco o penteado. Se você quiser dar um up na produção, pode apostar nos enfeitinhos, como essas flores que estão entre os gomos da trança (imagem 3). Já, se você for mais profissional no assunto, pode começar a trança da raiz do cabelo, mais conhecida como trança embutida, ou até mesmo fazer uma de cada lado da cabeça e depois juntar em uma só (imagem 2). São milhares de ideias bem fáceis de colocar em prática, você só precisa ter um spray fixador (que pode ser substituído por aquela secada básica de cabelo) e um elástico. Fácil, né? Ah, para criar esse efeito podrinho, deixe a franja solta e alguns fios desarrumados. Nada de cabelo arrumadinho, o legal é esse estilo despojado mesmo!
Para eventos, festas, ou até as famosas formaturas de fim de ano. Você pode começar a trança de um lado do cabelo (com a franja mesmo!) e depois prender num coque, tudo bem bagunçadinho. Ah, a trança feita com a franja pode até ser enrolada em volta do coque. Depois você coloca uns grampinhos e voilá! Penteado prontinho para alguma ocasião especial. Se você quiser, pode deixar alguns fios da franja soltos (como na imagem 1) ou até a franja inteira, como a Taylor Swift fez (imagem 2).
O seu rabo de cavalo também pode ficar estiloso com uma trança, viu? É só fazer um rabo de cavalo alto, uma trança no cabelo solto e pronto! Você também pode fazer umas tranças na raiz e enrolar uma para prender o cabelo todo, deixando o resto solto, como na imagem 2. Se quiser algo mais diferente, faça como na imagem 3: rabo de cavalo + trança até a metade do comprimento. Bem legal porque o resto do cabelo fica solto, e você pode usar ele tanto liso (para um visual mais arrumado) como enrolado, criando um voluminho (como está aí na foto).
Esse penteado é um dos meus preferidos. Não é tão fácil assim de fazer (eu mesma nunca testei!), mas eu acho lindo. O ideal é começar a trança de trás da orelha, e ir acrescentando algumas mechas até o outro lado da cabeça, onde você pode colocar uns grampinhos para prender. Dá pra usar com o cabelo solto, parecendo uma tiara mesmo, ou até com coque (fofo!). Na imagem 4 a trança começa mais do meio da cabeça, mas acaba dando o mesmo efeito.
Essa nova onda realmente pegou. A trança espinha de peixe é uma das mais usadas hoje em dia, e é o mesmo esquema das tranças básicas: cabelo baixo, franja solta, usada de ladinho. Como é mais complicadinha de fazer (e eu realmente não sei como se faz uma), separei um vídeo onde a Karol Pinheiro, da Capricho, faz um tutorial super legal, e ensina de um jeito bem fácil como você pode copiar esse penteado. Bem legal pra usar na escola, no rolê, na balada... Enfim, dá o play!
E aí, gostaram das dicas? Me contem nos comentários! :)

2 comentários:

  1. Sempre que enjoo de usar o cabelo solto, uso trança. Gosto de todos os tipo!

    Desconstruindo Amélia

    ResponderExcluir
  2. Eu também! Confesso que não levo muito jeito pra coisa, mas eu tento né? hahaha beijos <3

    ResponderExcluir