18 de abril de 2013

Quando amor não é o suficiente


Quando eu olho para o lado e vejo que você não está, dói. Fizemos tantos planos, e parece que nenhum deles deu certo de verdade. As coisas mudaram. Aliás, tinham que mudar. Acho que, mesmo se você ainda estivesse aqui, comigo, nada seria igual. Nada seria como antes, quando nos conhecemos e instantaneamente ficamos juntos. A química que tínhamos, nessa situação, não ajudou muito. E quando eu paro para pensar nessas coisas, chego à conclusão, à resposta. Do por que as coisas deram errado.

Em primeiro lugar, tudo estava dando certo demais. Sabe aquela frase que a sua avó tanto falava que "quando a esmola é muita, o santo desconfia"? Então. Estávamos vivendo um tipo de filme mas, na vida real, o final não é feliz. A coisa toda era tão bonita e perfeita que, quando acabou, aprendi algo importante; quando as coisas estão muito boas, tudo acaba virando pelo avesso. Assim como nenhum sofrimento é pra sempre, nenhuma felicidade é também. A vida é feita de altos e baixos e, você sabe, a nossa não estava tão equilibrada.

Em segundo lugar: eu estava assustada. Com tantas coisas dando certo, e tudo indo bem entre nós dois. Você sabe, meu primeiro amor me deixou mais insegura do que eu já era. Nunca tinha estado com alguém assim antes. Além disso, antes de eu me entregar de vez, sabia que isso poderia acontecer. Aconteceu. Às vezes a felicidade dá medo nas pessoas - ela pode ir embora a qualquer hora, desaparecer, diminuir. Te decepcionar. Ou, como aconteceu comigo, mostrar que ela não é tudo. Um pouco de decepção não mata, ensina a viver. E tudo em exceção, como os especialistas já diziam, faz mal.

Em terceiro lugar... Eu te amava. Ainda te amo. Mas nem sempre o amor é suficiente. Nesse meu primeiro mergulho de cabeça aprendi que um relacionamento é bem mais do que o tal sentimento. É confiança. Segurança. Amizade. E quando fomos amigos, afinal? Nem antes de isso tudo começar, nem agora que tudo acabou. Tanta coisa faltou, e muita gente aí pensando que só o amor basta. Vou mandar fazer um outdoor para eles verem o quanto estão enganados.

Quer um quarto item? Acho melhor parar por aqui. Não é porque várias coisas influenciaram no fim, que nada ajudou a dar certo. Porque o que a gente viveu, eu nunca vou esquecer. E porque não quero dar ênfase nas coisas ruins, apesar de ter falado apenas delas. Só te peço uma coisa... Se cuida tá? Um pouco de amizade e outras coisas faltaram, mas eu ainda quero o seu bem. Quem sabe, mais pra frente, com mais maturidade, conseguimos achar tudo o que não tínhamos? Qualquer coisa estou aqui. Meu número e endereço estão anotados na sua agenda. Mas eu aposto que você ainda sabe eles de cor. 

2 comentários:

  1. Puts, disse tudo o que estou sentindo... ual... Fiquei até em choque, rs. Tirando a parte que diz que faltou amizade, o resto é exatamente "eu". Realmente está muito bom.
    http://chuvadeluzess.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Ju, que bom que gostou e se identificou! Fico feliz <3

    ResponderExcluir