13 de agosto de 2013

Resenha ♡ Vidas Secas (Graciliano Ramos)


Olá! Como vocês estão? Me desculpem pelo sumiço, acabei passando o fim de semana com a família, sabem como é... Dia dos pais e tal. Então nem tive muito tempo de postar aqui. Como eu sei que muitos de vocês gostam de resenhas ~principalmente de livros, rs~ trouxe uma dessa vez, mas de um livro literário. Como eu já falei aqui tantas vezes, estou em ano de vestibular e estudando bastante... Pretendo ler todos os livros pedidos até a data, e por isso vocês verão bastante resenha assim por aqui. Bom que eu já ajudo quem vai prestar vestibular também, né?


O livro Vidas Secas de Graciliano Ramos, conta a história de uma família de retirantes do Nordeste - um casal, seus 2 filhos e a cachorra Baleia - que lutam contra a seca. A obra começa com o capítulo "Mudança", onde a família encontra uma fazenda abandonada e lá se instala. Quando o proprietário chega, eles têm que se submeter à ele e trabalhar, ganhando sempre bem pouco. No final temos o capítulo "Fuga", em que eles decidem abandonar o lugar, partindo de madrugada.




O livro tem 13 capítulos e a história não se encontra linear, mas é fundamental que os capítulos principais sejam lidos na sequência. É uma obra modernista, conhecida como regionalista (a que tem o esquema de denúncia da sociedade, vocês que estão no 3º ano como eu já devem ter visto/estão vendo isso). Foi uma das mais bem-sucedidas criações da época.




Os personagens principais são: Fabiano, vaqueiro bruto que se reconhece como um bicho diante dos "homens inteligentes", Sinha Vitória, sua mulher que sonha com uma cama melhor e boa em contas (sempre faz as contas de casa, percebendo que eles recebem menos do que deveriam), seus 2 filhos - o mais novo, que admira o pai, e o mais velho que gosta de descobrir o sentido das palavras - a cachorra Baleia, que age, pensa e sente como se fosse gente e o Patrão, homem desonesto que explora seus empregados.




Eu curti ler o livro, apesar de ter achado no começo que não ia gostar ~ouvi boatos de que o filme é muuuito parado e chato, mas ainda não assisti~. Achei também o livro meio paradinho, mas no mais é bem fácil a leitura, e as "aventuras" de Fabiano e tudo o que a família passa, acabaram me prendendo. Não é um livro chato, apesar de não ter muita história em si. Bom pra quem vai fazer Fuvest, viu? É um dos livros da lista de obras pedidas!


Espero que vocês tenham gostado, e não me julguem pelas fotos com um livro tão velhinho, ele é da biblioteca da minha cidade! hehe. Se quiserem saber mais sobre o autor e a obra, tem essa resenha super legal do Guia do Estudante (amo esse site, sério). Beijinhos e até a próxima 

8 comentários:

  1. Ótimo livro e boa resenha, gostei Laris :)

    ResponderExcluir
  2. Nossa, eu adoro esse livro sem mesmo nunca ter lido acredita? :)

    ResponderExcluir
  3. Eu li para a escola quando tava no primeiro ano. É um livro bem pesado, pensar que é a realidade d etanta gente no Brasil né.
    Beijos
    barradosno-baile.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Amanda, é um livro bem triste :/ beijos!

      Excluir
  4. Nossa amei seu blog O LAYOUT É INCRÍVEL estarei sempre por aqui se me segue me avisa que sigo de volta

    BLOG:http://charmantye.blogspot.com.br/

    FANPAGE: https://www.facebook.com/Charmosa.cleidianesouza?ref=hl

    YOUTUBE: http://www.youtube.com/watch?v=3CEzhIkmWew&feature=youtu.be

    ResponderExcluir