30 de março de 2015

Resenha: Não se apega, não!


Se afastar da blogosfera e sumir já virou algo comum para mim, eu sei. Vocês já devem até ter se acostumado. Mas isso tem razão, juro. Quando eu tenho um tempinho a mais só quero saber de dormir (pq dormir 4h por noite né fácil não, galera). Acho péssimo ter sono o dia inteiro e à noite, quando posso, ficar acordada como se tivesse tomado xícaras de café. Qual o sentido nisso?

Enfim. Eu comprei esse livro no ano passado, li há um tempinho e só agora parei para fazer as fotos e a resenha. Óbvio que depois dele eu li outros, mas contando os da biblioteca da faculdade (que eu nunca consigo ficar tempo suficiente para fotografar). E quem acompanha os posts do blog sabe, eu gosto de fazer posts com fotos minhas na maioria das vezes.

Talvez essa resenha nem fique tão boa como eu gostaria, pq quando eu leio um livro há muito tempo acabo esquecendo dos detalhes. É tanta leitura ao mesmo tempo que me confundo demais! Mas vamos lá. Vocês devem conhecer o blog da Isabela Freitas, a famosa autora do livro que tem como mantra aquela frase conhecidíssima que diz pra gente não se apegar. Não costumo ler muito o blog dela ~confesso~, mas achei legal o livro.




Dá pra perceber que a história é bem pessoal, sem deixar de dar dicas de como não se apegar, etc etc. É meio auto-ajuda, meio romance... Tem fala, textos, frases fofinhas. É bem aquele tipo de livro que tu compra quando acaba de sair de um relacionamento e quer ficar bem (risos). Mas a leitura é fácil e gostosa, a história é um amorzinho.




No começo tem as regras do desapego, o que eu acharia válido em outra época, mas que agora não ligo tanto. Não é à toa que o nome do blog é "doce apego", e acho que relacionamentos não tem regra. Mas o que eu achei mais legal no livro é aquela vibe de você se colocar em primeiro lugar, se amar primeiro, etc. Todo mundo devia saber disso, né? Mas nunca é demais relembrar. Às vezes nós temos altos e baixos, mesmo a pessoa que mais se ama no mundo tem momentos ruins.




Cada entrada de capítulo tem uma frase da Isa do lado esquerdo. Essa aí é uma das que eu mais gosto <3




O livro acaba de um jeito inesperado e (na minha opinião, galere), deixou um pouco a desejar no fim, mas eu curti! Acho que a ideia que a autora passa é bem legal, mas é aquilo que eu disse, sabe... Não existe uma regra geral, e não podemos evitar nos apegar em algo que nos faz bem. Só nos colocarmos em primeiro lugar, sempre <3



Acho que tanto tempo sem postar aqui me fez desaprender a fotografar hahahaha.

A obra é da Editora Intrínseca, tem 254 páginas e - relaxem - capítulos curtinhos + páginas amareladas. (♡)

Enfim, quem tem interesse em comprar o livro, pode achar no Submarino, na Americanas e na Saraiva. Quem ficou afim de ler o blog dela com textos nesse estilo, só clicar aqui. Na fan page também tem bastante coisa legal!

Por hoje é isso genti lynda, beijos e até o próximo post! 

Um comentário:

  1. Achei irônico o nome do livro junto ao do blog! haha Bom, tenho vontade de ler, mas não é lá essa coisa... Não sou lá muito fã de livros de "autoajuda", então acho que não curtirei muito. Adorei a resenha. Beijão

    Coisa da Lud

    ResponderExcluir