9 de agosto de 2015

Querido diário...


Dia desses, na casa da minha vó, resolvi ir procurar meus antigos diários. E foi tanta coisa legal que eu achei - meus escritos, os primeiros mesmo, bem antigos... Sem contar no tanto de frase e crônica junta, poemas e fotos, mesmo sem ser minhas. Acho que quando a gente mexe no passado assim, de forma bonita mas sem sofrimento, é bom. Bom porque acabamos nos lembrando de quem/como éramos, o que passamos e - principalmente, no meu caso - de quem gostamos. Foram muitos cadernos preenchidos em noites de insônia, com canetas coloridas e papéis colados com textos que foram escritos em aulas ou numa espera tediosa qualquer, em qualquer lugar também. São sentimentos sinceros colocados para fora da forma mais natural e bela que existe: a arte. Tirei algumas fotos deles e de partes (partezinhas mesmo) das páginas para mostrar pra vocês.





Pra quem não sabe, eu era fã incondicional do Luan Santana lá pelos meus 14 anos (sério. sério mesmo). Não que hoje eu não goste mais dele, mas com certeza não é a mesma coisa. Até porque o estilo que ele canta sempre foi algo que eu não escuto muito - mas ele, bom, eu considerava mesmo meu ídolo. ~era até engraçado~ Eu cresci, meus gostos mudaram e eu nem acompanho mais ele, mas tá tudo registrado aí.




Eu sempre gostei dos textos da Bruna Vieira e copiava muitos deles nos meus diários, como forma de uma futura inspiração para meus próprios escritos, ou só porque me identificava mesmo. Um dos blogs que mais inspirou e auxiliou na criação do Doce Apego foi o Depois dos Quinze, sem dúvidas, que eu acompanho e amo até hoje.




Eu sempre gostei de moda, e quando mais nova, falava que além de escritora, blogueira e jornalista, eu queria ser estilista. Claro que eu nunca soube desenhar lindamente bem (meu forte mesmo não é esse), e nunca tive muita paciência, então meus desenhos antigos não eram lá tudo isso - mas sempre traduziam muito bem as tendências que eu queria que bombassem na época.







São com as listas que eu sou capaz de me situar no que eu tenho, e desejo ter. Sou uma apaixonada por listas e gosto sempre de ressaltar meus sonhos, coisas que pretendo fazer, e o que devo fazer para realizar cada um dos itens. Juntando todas as coisas que eu listei em meus antigos diários, dá uma  folha gigantesca e que hoje - eu percebo - que eu realizei muito deles. Olha só:

♡ abraçar o Luan Santana
ir bem em química
me dedicar à fotografia e à escrita
começar a fazer dança do ventre
♡ ter um corpo digno de se entrar em um biquíni
colocar tv a cabo em casa
conhecer gente nova e legal
♡ comprar um iPod
fazer uma festa de aniversário
conseguir escrever o meu livro
fazer as pazes com quem eu estiver brigada
ter tempo para mim mesma
sair vestida de homem com as minhas amigas
beijar um desconhecido
chegar de manhã em casa
♡ entrar no mar à noite
viajar
ver o sol nascer
passar numa faculdade federal/pública
♡ ser uma jornalista bem-sucedida
♡ trabalhar na Capricho
♡ lançar um livro
♡ morar na Avenida Paulista
♡ ir para Londres
♡ rodar o mundo
♡ fazer um curso de fotografia
♡ me tornar uma fotógrafa profissional
♡ conhecer o Paul McCartney e o Ringo Starr
♡ visitar o túmulo do John Lennon e do George Harrison
♡ aprender francês, italiano e alemão
♡ ser fluente no inglês
trabalhar com moda
ter meu apartamento
♡ ter meu carro
♡ lançar uma linha de roupas
♡ viver um amor de cinema
ter quem eu amo sempre perto de mim
ver as pessoas que eu amo felizes
♡ viajar para Las Vegas com as minhas melhores amigas
♡ aprender a tocar guitarra e piano
♡ ir na Tomorrowland
♡ cursar cinema
conhecer as minhas blogueiras preferidas
♡ entrar para a Galera CH
♡ ter um closet
♡ fazer parte do filme NoCH
♡ dar uma casa para minha mãe e meus avós
ter um blog
♡ fazer intercâmbio
ser feliz
nunca deixar de sonhar
♡ realizar todos os meus sonhos
comprar uma passagem só de ida para algum lugar
♡ doar sangue
♡ pular de pára-quedas
♡ ir a festivais de música
rir até chorar
ir ao cinema sozinha
♡ fazer um roadtrip com os amigos
doar tudo que não uso mais
aprender a tocar um instrumento musical
escrever um diário
♡ ir à uma rave
se apaixonar perdidamente por alguém
ir às melhores baladas do mundo
marcar de sair com um amigo de infância
♡ entrar de penetra em uma festa
♡ preparar um jantar romântico
♡ acampar
ler algum livro muito grande
♡ ser blogueira CH
ir ao zoológico - aquário - jardim botânico
mudar totalmente minha rotina
me preocupar menos e viver mais
♡ morar fora do Brasil por algum tempo
♡ fazer trabalho voluntário
♡ voar de balão
voar de avião
ser vegetariana
dançar como se ninguém estivesse olhando
beijar na chuva
matar aula para fazer nada
trabalhar ou ir para a faculdade virada
pintar o cabelo de uma cor exótica
fazer um piquenique
♡ participar de um protesto
♡ dar um tapa na cara de alguém - daqueles bem dados
morar sozinha
imprimir fotografias digitais antigas
escrever uma carta de amor
♡ passar um tempo sozinha em um lugar deserto
♡ assistir a um jogo de futebol no estádio
conhecer e explorar diferentes regiões do próprio país
ter um animal de estimação










Fã de Fresno desde sempre.




E do Esteban também.





Esse foi um dos diários que eu mesma fiz e mais gostei. (fã de Beatles desde sempre também, claro!).

Espero que tenham gostado, e espero realizar o resto da lista em um tempo razoavelmente curto hahaha. Dividir tudo que eu já escrevi e fui aqui no blog é bom <3

Beijos e até o próximo post!

3 comentários:

  1. Adoooooro encontrar essas coisas antigas, tras uma nostalgia né? haha

    ResponderExcluir
  2. Menina, que letra linda redondinha *-* Eu também tenho um monte de coisas parecidas com essas guardadas, mas acho que não tenho coragem de compartilhar com ninguém hehe.

    Repito: QUE LETRA LINDA <3

    http://amorticinio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu tô emocionada aqui, juro. Há uns meses fiz a mesma coisa e, meu deus, achei tanta coisa que eu nem lembrava mais que existia, mas que foi um turbilhão de emoções hahaha ah, também gostava do Luan Santana, muito mesmo.
    Fresno e Esteban <3

    Beijo,
    literarizei.blogspot.com

    ResponderExcluir