16 de setembro de 2015

Olá

"Dormimos cheios. Cheios do mundo, das pessoas, da vida… e acordamos vazios, como se fôssemos embalagens recicláveis. Dormimos cansados de tanto sentimento banalizado, de pessoas descrentes, de uma vida sem sentido; mas após algumas horas de sono, entornamos, ou nos tornamos vazios; tiramos dos ombros o que era pesado para carregar o nada, que parece pesar bem mais. O engraçado é que tudo transborda, e eu ainda não sei em que estou me afogando. Por favor, não me recicle!"

Retornando, aguardem...



Um comentário:

  1. Adorei, esperando ansiosa pelo retorno! ♥
    Beijão, www.desapegaadri.com

    ResponderExcluir