16 de setembro de 2016

TAG: MEUS SAPATOS


Eae galera! Tem vídeo novo no blog, e dessa vez é sobre sapatos... Nada muito diferente, apenas uma tag com algumas perguntas, e quem me indicou foi meu amigo Lucas (assinem o canal dele!).

Como eu já falo no vídeo, eu sou uma pessoa bem viciada em roupas e sapatos, e até acho às vezes que sapato ganha nesse vício... Estou há um tempinho sem comprar nada (bad bate aqui!), mas foi bem legal responder às perguntas e mostrar um pouco da minha humilde coleção para vocês.



Não se esqueçam de dar um likezão pra me ajudar na divulgação, e se inscrever no canal! Estamos quase nos primeiros 100 inscritos, UHU!

xoxo, e até o próximo post ♥

5 de setembro de 2016

UM BILHETE QUE NUNCA SERÁ LIDO


Eu me lembro bem dessas luzes. Da primeira vez em que andei por essa avenida abarrotada de carros, com buzinas tocando por todos os lados, e aviões voando. Pensava no quanto o futuro, afinal, seria incrível. Nas possibilidades que se abririam ali, nas pessoas que conheceria, nas histórias loucas que eu viveria. A ansiedade tomava conta de mim. Nunca antes fez tanto sentido ficar mais velha no dia da independência.

E é isso que me conforta, sabe? Eu não preciso de você. Eu sei cuidar de mim. Aqui, sozinha, me virando nos 30 quando uma gripe me pega, lavando minhas roupas e secando meus pratos. E vivendo a vida sem você. E curtindo os finais de semana sem você. Te observando sorrir, ao longe, feliz, enquanto finge que nunca me conheceu. Meros desconhecidos.

Mas eu abriria uma exceção. Abriria mão de uma coisa ou outra se eu soubesse que você estaria ali ao meu lado. Eu tentaria algo que nunca fiz antes; bem eu, a moça das asas livres. Mas eu sei que, estando com você, isso não mudaria. Duas liberdades juntas poderiam abrir uma vasta gama de oportunidades fora da nossa gaiola.

É porque eu sinto sua falta. Sinto saudade dos seus olhos, do jeito que me abraçava, das mãos entrelaçadas até o caminho de casa, dos beijos longos, das músicas de fundo que eu aprendi a gostar, dos seus amigos, da sua voz. De você. De estar com você. De assistir filme com você. De saber como as coisas estavam indo, e era tudo tão gostoso, que eu viveria mil vezes seguidas. E de novo. E novamente. E mais uma vez.

Você não deve e nem pode saber, mas eu gosto mesmo de você. E quando faço o mesmo caminho todos os dias, com as luzes, as buzinas e os aviões, sei que posso te ver. E se não puder, o fone de ouvido me ajuda a lembrar dos momentos e faz com que eu me sinta mais perto de tudo.

Porque eu sei que nada vai voltar, e é por isso que às vezes eu queria ter o poder de poder te apagar da memória.

Às vezes quase sempre.

1 de setembro de 2016

A HISTÓRIA DO MEU CABELO: COMO EU FIQUEI RUIVA SEM QUÍMICA


Vocês pediram, eu demorei, mas finalmente vim esclarecer as dúvidas de geral! ATÉÉÉÉ QUE ENFIIIIM <3

Pra quem me acompanha há um tempo, aqui e no canal novo do YouTube, sabe que eu mudei bastante dos últimos meses pra cá. E o mais engraçado de tudo, é que eu não parei e pensei "vou mudar". O meu cabelo foi o protagonista da história. Conforme ele foi clareando, muita gente começou a me perguntar se eu descolori, que cor eu estava usando, qual a marca do tonalizante... Até que eu parei em frente ao espelho, e admiti para mim mesma: SOCORR, EU TÔ RUIVA!

Não que eu não tivesse gostado, obviamente, né? Até porque eu sempre quis ter nascido com essa cor de cabelo, pois nunca usei nada de química, e ainda não é a minha intenção usar. Então, pela sorte (quem sabe, nem eu mesma sei), eu alcancei um tom lindo e estou aqui para esclarecer justamente como consegui tal proeza.


Antes de tudo, vamos à uma pequena retrospectiva das minhas madeixas: A primeira foto (1) foi tirada há exatamente um ano atrás, em setembro de 2015. Eu nem pensava em usar os produtos que usei antes de ficar ~ruiva~, e o meu cabelo era mó escurão - na real castanho meio médio, meio claro, dependia da iluminação. A foto (2) foi tirada no réveillon, pouco antes da virada do ano. Eu ainda estava estranhamente queimada, porque tinha passado o dia inteiro na piscina com meus primos. E meu cabelo ainda era bem escuro. Na foto (3) eu tinha começado a usar um dos produtos que uso até hoje (minha miga de ap, a Bea linda que me indicou, em janeiro). Já dá pra notar um leve clareamento em algumas mechas. Na imagem (4) eu estava na praia de novo e, sem estar debaixo do sol nem nada, já dava para notar um leve tom de avermelhado no meu cabelo. Foi a partir daí que começaram a me perguntar se eu tinha pintado e tudo mais, e se eu não me engano, era carnaval. A foto (5) foi tirada lá pra março/abril, e no sol meu cabelo já ficava dessa cor! Depois de 4 meses usando sem parar os produtos, meus fios ficaram como na foto (6), que foi tirada há uns dois meses atrás.


Para vocês não pensarem que é zoeira ou filtro do instagram, esse tom não aparece apenas no sol, pois eu estava dentro de casa quando essa foto foi tirada, cerca de um mês atrás...


E essa sou euzinha nos dias de hoje! Tirei essa foto dia 14 de julho e, toda vez que lavo o cabelo e uso os produtos responsáveis por esse clareamento, sinto que ele está mais puxado para o loiro/ruivo. Não me arrependo de jeito nenhum, apesar de gostar do meu cabelo mais escuro... Masssss me sinto bem melhor com a cor que ele está hoje <3

Para vocês não ficarem com dúvidas, eu gravei um vídeo explicando tudinho: desde os produtos que eu usei, até o processo que faço quase sempre. Como meu cabelo nasce um pouco mais escuro, eu tenho passado mais por causa da raiz, mas posso dizer que: esse tom foi alcançado de maneira completamente natural. Sem química, tinta, tonalizante, nada!

E pra quem quiser testar: não se esqueçam que eu nunca tinha passado nada no meu cabelo. OU SEJE, talvez tenha pego assim tão fácil por causa disso. Ou não também, não sei dizer. Talvez meu cabelo já tivesse uma base ruiva, por isso o alcance tão fácil dessa cor. Ainda não procurei um especialista que pudesse sanar essas minhas dúvidas HAHAHAHA.

Se vocês tem vontade de saber direitinho o que eu usei e tudo mais, dá o play no vídeo! 



Pra quem tem interesse e não consegue achar os produtos em perfumaria ou farmácia, eles também podem ser encontrados na nossa querida INTERNÉTCHI! Nas lojas Americanas ou no Walmart. A média de preço varia bastante, mas nada muito assustador pra quem quer se aventurar nessa mudança, prometo!

Espero que vocês tenham gostado, galéura! Não se esqueçam de se inscrever no meu canal pra ajudar a divulgar, por favorzinho? hihih <3 Podem me escrever e-mails, comentários aqui e lá no Youtube, que eu vou ler tudinho! Tanto as dúvidas, quanto os processos de mudança, caso vocês queiram testar os produtos!

Até o próximo post! xoxo

22 de agosto de 2016

20 COISAS PARA FAZER ANTES DOS 20


Duas décadas... DUAS DÉCADAS!!! Vocês têm noção disso? Porque eu, sinceramente, estou completamente em choque. Parece que foi ontem que eu vim para São Paulo estudar e morar sozinha, e eu tinha apenas 17 anos... Estou me sentindo uma velha com dor nas costas, mas fazer o que, né?

É engraçado como a nossa geração se cobra tanto apesar de sermos tão novos. Tanta gente por aí com 20 e poucos anos viajando o mundo, cuidando de negócios, se tornando milionário... e eu (e você que está lendo, talvez também) aqui, com preguiça de levantar da cama para fazer o almoço, e tentando me decidir como eu realmente quero levar a vida. Cumpricado, cumpricado.

Nós somos ansiosos demais, e por isso mesmo, temos que aprender a viver no presente. Porque quem vive no passado, vive com saudades. Quem vive no futuro, vive ansioso. E quem vive no agora, apenas VIVE!

Pensando nisso, eu decidi fazer uma lista de coisas para fazer antes das temidas duas décadas de idade... Claro que você não precisa seguir tudo à risca, o ideal é se divertir no caminho e fazer o que quer, no momento em que decide que isso é o que importa em sua vida!

1 ♥ fazer uma viagem incrível com suas melhores amigas
2 ♥ virar a noite na balada
3 ♥ passar um dia inteirinho fazendo maratona de séries
4 ♥ se apaixonar pela pessoa errada
5 ♥ ver o nascer do sol na praia
6 ♥ matar aula para ir pro rolê
7 ♥ fazer vestibular, passar numa faculdade maneira e no fim acabar não indo
8 ♥ falar "eu te amo muito muito muito muito muito......." para sua mãe
9 ♥ ficar com um estranho
10 ♥ encontrar alguém do Tinder
11 ♥ trabalhar num lugar que você odeia (e depois em um que você ama, claro)
12 ♥ conhecer pessoas novas em lugares que você não costuma ir
13 ♥ aprender a dirigir
14 ♥ começar a morar sozinha (ou tentar a independência aos poucos)
15 ♥ mudar a cor de cabelo
16 ♥ trocar os amigos por um almoço com toda a família
17 ♥ ir em cervejadas da faculdade
18 ♥ escrever um livro ou uma música
19 ♥ realizar o sonho de alguém
20 ♥ ter em mente que ainda somos jovens, e temos muito a viver pela frente - e coisas a se realizar

Espero que vocês realizem todos os sonhos de vocês, não importa a idade ou o tempo. E logo mais tem post de wishlist! Meu aniversário é mês que vem hein galera, quero presente, beijos de luz HAHAHAHA.

Espero que tenham gostado! E vocês, o que acrescentariam nessa lista? Me contem nos comentários! Até o próximo post! xoxo <3